Pesquisar este blog

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Prefeitura de Teresópolis atualiza dados do Bolsa Família a partir desta terça, 1° de outubro


Teresopolis
Prefeitura atualiza dados do Bolsa Família a partir desta terça, 1° de outubro-Recadastramento será realizado nos CRAS e escolas, na cidade e no interior

Teresópolis, 30 de setembro de 2013 – A partir desta terça-feira, dia 1° de outubro, e até o mês de dezembro, equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social percorrerão bairros e localidades, na cidade e no interior, para atender as famílias inscritas no Programa Bolsa Família que estão há mais de um ano sem atualizar os seus dados.

“Essa ação é necessária para alcançar aquelas famílias que moram em locais mais afastados e que necessitam cumprir as condicionalidades do programa nos três setores. Ou seja, na assistência social, com a atualização cadastral dos dados; na saúde, com o acompanhamento da vacinação e da pesagem da mãe e dos filhos com idade até 6 anos, e também da gestante com o pré-natal; e também na educação, com a freqüência escolar”, explica a coordenadora do Cadastro Único e do Programa Bolsa Família no município, Márcia Medeiros, acrescentando que Teresópolis possui aproximadamente 6.700 famílias no programa.

Todas as famílias inscritas devem comparecer aos locais de atendimento, que funcionarão sempre às terças e quintas-feiras nos CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) Fischer, Barroso, São Pedro e Meudon e em escolas municipais, das 9h às 16h. Para evitar tumulto e melhor atender a todos, foi elaborado um calendário com as datas, os locais e as comunidades que serão beneficiadas.

Os documentos necessários são carteira de trabalho, mesmo que não esteja assinada, e o último contracheque, se a carteira for assinada; carteira de identidade, CPF e título de eleitor de todos os maiores de 18 anos; certidão de nascimento dos menores de 18 anos; declaração de matrícula em escola/creche para membros da família entre 6 meses e 17 anos; cópia de comprovante de residência, que poder ser conta de luz, de água ou de telefone atual.

O calendário de atendimento é o seguinte:

OUTUBRO - DIA E HORA
LOCAL
COMUNIDADES ATENDIDAS
01/10, terça, 9h às 16h
Escola Municipal Laura da Conceição Damásio (Vale Alpino)
Vale Alpino, Sebastiana, Imbiú, Venda Nova  
10/10, quinta, 9h às 16hEscola Municipal Albino Teixeira da Rocha
(Providência)
Providência, Cruzeiro, Andradas, Pessegueiros, Ponte Nova, Granja Mafra, Brejal, Fazenda Suíça
24/10, quinta, 9h às 16hEscola Municipal Nadir Veiga Castanheira (Três Córregos)Três Córregos, Santa Rita, Poço dos Peixes, Arrieiro, Holliday, Campo Limpo
31/10, quinta, 9h às 16hEscola Municipal Neidy Angélica (Vargem Grande)Vargem Grande, Porto, Serrinha


NOVEMBRO - DIA E HORA
LOCAL
COMUNIDADES ATENDIDAS
05/11, terça, 9h às 16hEscola Municipal Sizenando A. Tayt-Sohn (Mottas)Mottas, Independente de Mottas, Santa Rosa, Pé da Serra
14/11, quinta, 9h às 16h,Escola Municipal José Gonçalves da Silva (Caleme)Caleme
21/11, quinta, 9h às 16hCRAS Fischer
(Rua Pedro Eleutério de Oliveira, 2.738, Fischer)
Fischer, Fonte Santa, Quinta Lebrão, Prata
28/11, quinta, 9h às 16hCRAS Barroso
(Rua Pará, 170, Barroso)
Barroso, Rosário, Santa Cecília, Araras, Ilha do Caxangá


DEZEMBRO - DIA E HORA
LOCAL
COMUNIDADES ATENDIDAS
03/12, terça, 9h às 16hCRAS Meudon
(Rua Aimorés, 108, Meudon)
Meudon, Coréia, Jardim Meudon, Vale da Revolta,
12/12, quinta, 9h às 16hCRAS São Pedro
(Rua Fileuterpe, 845, São Pedro)
São Pedro, Tiro, Pimentel, Perpétuo, Funcionários, Granja Primor

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Teresópolis/Comary perde, mas ainda tem chance de classificação

 Lances do jogo Teresópolis 2 x 3 Vasco/Corrêas
Teresópolis/Comary perde, mas ainda tem chance de classificação

Pela Rio Futsal, sub-13 conquista única vitória para Teresópolis no final de semana

Teresópolis, 30 de setembro de 2013 – Teresópolis/Comary e Vasco/Corrêas entraram em quadra na última sexta-feira, 27, no Ginásio Poliesportivo Pedrão, para mais uma partida pela quarta rodada do Estadual de Futsal. O time serrano não segurou o adversário e perdeu o jogo por 3 a 2. 

Com gols de Leozinho (1) e Juninho (1), o Teresópolis/Comary não suportou a pressão dos visitantes. Para o Vasco/Corrêas, Willian (1), Guilherme (1) e Diego (1) balançaram as redes. Com o resultado, a equipe do Vasco/Corrêas conquistou a sua primeira vitória na competição e, com isso, subiu para a quarta posição, com cinco pontos ganhos. Já a Teresópolis/Comary, com três pontos, deixou a zona dos quatro primeiros e ocupa a quinta colocação.

Pela quinta rodada, o time serrano viaja até o Rio de Janeiro nesta terça-feira, 1º de outubro, para enfrentar o São Cristóvão, às 21h, em São Cristóvão. Na próxima sexta-feira, 4, o Vasco/Corrêas recebe o Tamoyo, às 21h, no E.C. Corrêas, em Petrópolis.

Rio Futsal

As categorias de base sub-9, sub-11 e sub-13 foram ao Rio de Janeiro enfrentar o Fla Futsal, em mais uma rodada do Campeonato Carioca Rio Futsal. Pelo sub-9, a equipe serrana perdeu por 5 x 2. Para o time carioca, marcaram Guilherme (1), Andrey (1), Gustavo (1) e Yan (2). Matheus (1) e Kaio (1) descontaram para o Teresópolis.

Pelo sub-11, o Teresópolis empatou por 2 x 2. Pedro (1) e Caio (1) marcaram para o Teresópolis, enquanto Marcelo (2) anotou para o Fla Futsal.

Pelo sub-13, o Teresópolis conquistou a única vitória neste final de semana. Com gols de Arthur (2), Charlisson (1), Kenji (1), Brugger (2) e Matheus Oliveira (1), o Teresópolis venceu o Fla Futsal por 7 x 2. Para o time carioca, Roger (1) e Luiz (1) descontaram.

As categorias de base voltam a entrar em quadra neste sábado, 5, às 13h, no Ginásio do Clube Comary, onde enfrentarão o Comary.

Já o sub-15, que descansou este final de semana, volta a jogar neste sábado, 5, contra o KBA/Juventude. O jogo acontece no Rio de Janeiro, às 14h.
Texto: Heliny Quintanilha
Fotos:Roberto Ferreira
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

XI Conferência Municipal de Saúde registra ampla participação popular e elege entidades para o novo Conselho Municipal de Saúde

Teresópolis
XI Conferência Municipal de Saúde registra ampla participação popular e elege entidades para o novo Conselho Municipal de Saúde

Teresópolis, 30 de setembro de 2013 – A ampla participação popular e a qualidade dos debates foram as marcas registradas da 11ª edição da Conferência Municipal de Saúde, realizada neste fim de semana, no UNIFESO – Centro Universitário Serra dos Órgãos (Avenida Alberto Torres, 111 – Alto).

Com o tema 'Como garantir qualidade na saúde no município de Teresópolis: desafios para a reestruturação da rede quanto ao acesso e integralidade das ações em saúde’, o evento debateu e definiu propostas para o Plano Municipal de Saúde do período 2015-2018 dentro de cinco eixos temáticos: promoção da saúde, atenção à saúde, força de trabalho em saúde, qualificação da gestão e participação e controle social em saúde.

A enfermeira Monique Padilha, apoiadora da Superintendência de Atenção Básica da Secretaria Estadual de Saúde, fez a palestra de abertura sobre o tema “Cenário atual da política de atenção básica”, abordando os modelos de atenção à saúde e a evolução da estratégia de saúde da família, entre outros assuntos.

Ampliação da cobertura da Estratégia da Saúde da Família em 70% até 2015; implantação do centro de reabilitação física e mental; elaboração do plano de assistência farmacêutica municipal; modernização e ampliação da central de marcação de consultas, exames e internação; implantação do hospital municipal a partir do diagnóstico de necessidades; e aumento para 19% da destinação de recursos do Orçamento Municipal para o setor de Saúde. Estas são algumas das propostas aprovadas na Conferência de Saúde. O relatório final com todas as propostas e moções será concluído até o fim do ano.

Aberto na última sexta-feira, 27, pelo vice-prefeito Márcio Catão, o evento reuniu representantes de entidades de classe, acadêmicas e de pesquisa, de movimentos sociais e comunitários e de organizações não-governamentais. Também marcaram presença os vereadores Cláudio Mello e Fabio Filé.

“A participação de todos nesta conferência reflete a preocupação em relação à condução das políticas públicas de saúde. O trabalho foi extremamente bem realizado, com debates esclarecedores e transparentes. A sensação é de dever cumprido. Temos agora mais dois anos para trabalhar nos avanços que nós pretendemos para o município”, avaliou o secretário municipal de Saúde, Carlos Otávio Sant’Anna.

A presidente da Conferência, Monique Sandim Bartole, também confirmou o êxito do evento. “O produto da conferência foi bastante produtivo e propositivo dentro dos seus eixos, coerente com o desejo do Conselho Municipal de Saúde e de acordo com o que foi colocado pela Secretaria Municipal de Saúde. Agora temos que acompanhar as ações para ver o desdobramento de tudo o que foi deliberado”, considerou.

“Foi uma conferência produtiva, com muitos debates em grupo e a plenária definindo ações para a saúde em Teresópolis. E as propostas aprovadas devem ser cumpridas pelo Poder Executivo”, pontuou o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Valdir Paulino.

No domingo, 29, último dia da Conferência, foram eleitas as entidades, e respectivos suplentes, que vão compor o Conselho Municipal de Saúde no período 2014-2015. As instituições têm 30 dias para indicar os nomes dos seus representantes, e a mesa diretora será eleita em reunião do Conselho, em data a ser definida.

Entidades eleitas para o Conselho Municipal de Saúde

Usuários - titulares: Sindicato dos Têxteis, Sindicato dos Bancários, Acerdat/Rádio Brasil Rural FM, Pastoral da Saúde da Paróquia de Santa Teresa, Paróquia de Santo Antonio, Igreja Batista Serra dos Órgãos, Igreja Batista da Barra do Imbuí, Associação dos Diabéticos de Teresópolis, Diretório Acadêmico Hamilton Almeida de Souza/Faculdade de Medicina de Teresópolis, Federação das Associações de Moradores de Teresópolis, Associações de Moradores de Quinta Lebrão, São Pedro, Vale da Revolta, Fazenda Alpina, Imbiú e Andradas.

Suplentes: Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Rotary Club Teresópolis Paquequer, Associação de Moradores do Pimentel, Vila Santo Antônio, Fonte Santa, Sebastiana e da Cascata Guarani.

Prestadores de serviços públicos – titulares: Secretarias municipais de Saúde, Meio Ambiente e Defesa Civil e de Agricultura.

Suplente: Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos.

Prestadores de serviços privados – titulares: Beneficência Portuguesa, Hospital das Clínicas de Teresópolis, Hospital São José, Fisimed Complexo Terapêutico.

Suplentes: Apae Teresópolis, Laboratório de Pesquisas Clínicas Oswaldo Cruz.

Profissionais de saúde – titulares: Associação Médica de Teresópolis, Conselho Regional de Fisioterapia, Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde, Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresópolis, Unifeso (Centro Universitário Serra dos Órgãos).

Suplentes: serão indicados em reunião do Conselho Municipal de Saúde.

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Educação: Gestores municipais participam de formação

O secretário municipal de Educação, professor José Leonardo Vasconcellos, dá boas vindas às equipes diretivas municipais
Educação: Gestores municipais participam de formação

Teresópolis, 30 de setembro de 2013 - A Secretaria Municipal de Educação (SME) em parceria com a União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME) e com a Secretaria de Estado de Educação (SEEDUC) iniciou no último sábado, 28, no prédio Flávio Bortoluzzi, da Unifeso, o curso de formação “Gestão Escolar para Gestores Municipais”. O objetivo é apresentar conteúdos relevantes ao desempenho da função de Gestor Escolar, assim como trocar experiências e disseminar boas práticas de gestão.

O secretário municipal de Educação, professor José Leonardo Vasconcellos, agradeceu o comparecimento das equipes diretivas e lembrou que a gestão escolar caminha a cada dia para uma maior especialização. “Em janeiro iniciaremos a formação em nível de especialização (lato sensu) do Programa Nacional Escola de Gestores da Educação, que conseguimos para nossas equipes diretivas após muita luta junto ao FNDE, já que esse curso seria apenas para municípios com baixo Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). Nossos clientes são os alunos e devemos dar para eles o melhor de nós mesmos”, lembrou o secretário.

O curso de gestão escolar para gestores das unidades escolares municipais visa sensibilizar as equipes diretivas municipais para as demandas atuais da função, considerando os sujeitos envolvidos e o contexto, com vistas à potencialização do papel da escola na formação crítica reflexiva e autônoma do cidadão. Na programação, que conta ainda com encontros nos dias 5 e 19 de outubro, serão abordados temas como “Gestão Escolar Contemporânea”, “Liderança e Gestão Escolar” e “Gestão do Tempo”.

“O objetivo primordial de Educação é formar cidadãos. Quando pensamos em gestão de recursos, infraestrutura da escola, merenda escolar, gestão das pessoas dentro e fora da escola, todos têm que trabalhar em consonância a esse objetivo: o aprendizado do aluno”, destacou o professor Filipe Viana Luiz Albani, diretor do Centro Educacional Rose Dalmaso.

Para a professora Carla Rabello, Diretora de Educação da SME, a figura do “diretor ditador” ou do “super diretor”, aquele que concentra em si próprio todas as funções e responsabilidades diretivas está superada. “A gestão escolar caminha cada vez mais para uma proposta participativa. Por isso, a preocupação da Secretaria Municipal de Educação em qualificar nossos gestores na perspectiva da gestão democrática e da efetivação do direito à educação escolar com qualidade social, esperando como resultado dessa iniciativa a melhoria dos índices educacionais das nossas escolas”, resumiu Carla Rabello.
 Os técnicos da Seeduc, Elizabeth, Thales e Luana, conversam com os gestores municipais
Texto e fotos: Marcelo Ferreira
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

XX Salão da Primavera de Teresópolis a partir deste sábado

Teresópolis
XX Salão da Primavera a partir deste sábado

Teresópolis, 27 de setembro de 2013 - A partir deste sábado, 28 de setembro, já poderão ser vistas na galeria e na área de circulação da Casa de Cultura Adolpho Bloch, as obras integrantes do XX Salão Nacional da Primavera. Promovido pela Sociedade dos Artistas de Teresópolis (Soarte), em parceria com a Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, o salão deste ano conta com cerca de 120 trabalhos, entre pinturas, desenhos e esculturas. A entrega da premiação aos melhores trabalhos será realizada na próxima sexta-feira, dia 4 de outubro, às 19h.

“A parceria entre a Prefeitura e a Soarte vem de longa data e não é à toa que a instituição sempre recebe nosso apoio irrestrito. A Sociedade dos Artistas de Teresópolis é uma entidade séria, que estimula a arte em Teresópolis, através de ações como o Salão da Primavera, reunindo artistas do município e de vários outros locais, promovendo intercâmbio entre eles e contribuindo para o aprimoramento de seus trabalhos”, avalia o secretário de Cultura, Wanderley Peres.

Este ano, participam do Salão da Primavera 75 artistas, vindos de diversos municípios do estado, como Araruama, Cabo Frio, Rio de Janeiro e, é claro, Teresópolis, entre outros. Os trabalhos inscritos serão avaliados neste sábado, 28 de setembro, por uma comissão julgadora composta por profissionais do meio artístico. No dia 4 de outubro, será entregue a premiação, que inclui medalhas de ouro, prata e bronze, menções honrosas, além do prêmio de aquisição, no valor de R$ 1.000,00, para a melhor obra do salão.

Os trabalhos ficarão expostos na galeria e na área de circulação da Casa de Cultura Adolpho Bloch (Praça Juscelino Kubitschek, s/nº - Araras) até o dia 26 de outubro, podendo ser vistas de segunda a sábado, das 9h às 18h.

Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Conselho da Mulher de Teresópolis dá continuidade à capacitação das conselheiras

Eduardo Mielke dá continuidade à capacitação das conselheiras do Conselho da Mulher
Conselho da Mulher dá continuidade à capacitação das conselheiras

Reunião teve participação do ex-prefeito de Tanguá, Carlos Pereira

Teresópolis, 27 de julho de 2013 – Realizada na tarde desta quinta-feira, dia 26, mais uma aula da capacitação, que tem por objetivo prover as conselheiras do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher de informações, competências e habilidades, tendo em vista o exercício de suas atribuições. Iniciativa da atual gestão, o curso é ministrado por Eduardo Mielke, subsecretário municipal de Turismo e coordenador de projetos de extensão do curso de Turismo da UERJ em Teresópolis, que possui atuação nas áreas de cooperativismo, associativismo e interação entre atores sociais.

A reunião contou também com a participação do ex-prefeito do município der Tanguá, Carlos Pereira, que atualmente preside a seção do Rio de Janeiro da AMB (Associação Brasileira de Municípios). Convidado pela presidente do Conselho da Mulher, Rosayni Batalha, Carlos Pereira marcou presença acompanhado por Célia Maria de França David, coordenadora do GT de Marketing da Associação das Escolas de Samba Mirins do Rio de Janeiro, e da advogada Adriana Springer da Silva, que presta assessoria à Cruz Vermelha em São Gonçalo. 
A presidente Rosayni Batalha abre a reunião mensal do Conselho da Mulher
“Quando o gestor público aproveita bem os conselhos, ele toca muito melhor a sua administração. Como presidente da AMB-RJ eu me coloco à disposição do Conselho da Mulher de Teresópolis para ajudar no que for preciso”, assinalou Carlos Pereira.

A reunião foi encerrada com a participação da servidora pública Arlete Soares Maia Nunes, que teve o seu trabalho sobre agravos do uso indiscriminado de agrotóxicos publicado em 2010 pela Fiocruz. Ela se colocou à disposição do Conselho da Mulher para apresentar a sua pesquisa, que foi realizada na área rural de Teresópolis.

Foi marcada para o dia 10 de outubro uma reunião extraordinária para abordar questões internas do conselho.
Os convidados Célia David e o ex-prefeito de Tanguá, Carlos Pereira, com Rosayni Batalha: momento de informes na reunião do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher
Fotos – Helena Câmara
Fonte-Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Grande festa comemora Mês do Idoso em Teresópolis

Grande festa comemora Mês do Idoso em Teresópolis
Grande festa comemora Mês do Idoso

Evento reuniu mais de 200 idosos dos programas sociais da Prefeitura

Teresópolis, 27 de setembro de 2013 – O salão da Casa de Portugal ficou pequeno na tarde desta quinta-feira, 26, para a quantidade de pessoas que participaram da confraternização em comemoração ao Mês do Idoso. Organizada pela CMDDPI (Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa), com apoio da Prefeitura – através das secretarias dos Direitos da Mulher, Esportes e Lazer, Desenvolvimento Social e de Governo, a festa contou com um grande baile e lanche, além de sorteio de brindes, que animaram o público presente.

A primeira-dama e secretária dos Direitos da Mulher, Alessandra Rosa, prestigiou o evento ao lado do secretário de Esportes e Lazer, Luiz Carlos Oliveira, e do subsecretário, Alexandre Trindade, do subsecretário de Governo, José Maria Rodrigues, e do presidente da Câmara Municipal, vereador Maurício Lopes.

A festa foi direcionada aos idosos que fazem parte dos programas sociais da Prefeitura, e que participam de atividades nos CRAS (Centros de Referência de Assistência Social), no CREAS (Centro Especializado de Referência de Assistência Social) e nas secretarias municipais de Desenvolvimento Social, Direitos da Mulher e de Esportes e Lazer. Cerca de 200 idosos participaram da comemoração.

“Estamos muito felizes com o resultado da festa. Os nossos velhinhos estão participando, dançando e se divertindo muito. Isso é o resultado de um trabalho em equipe em prol da melhor idade”, declarou a primeira-dama e secretária dos Direitos da Mulher, Alessandra Rosa.
 Marcelo “Gancho” Quintanilha recebe homenagem da primeira-dama, Alessandra Rosa, e do presidente da Câmara, Maurício LopesLuis Lisardo recebe homenagem da primeira-dama, Alessandra Rosa, e do presidente da Câmara, Maurício Lopes
Para Bianka Brutsch Jannotti, presidente do CMDDPI, o dia foi muito especial para todos os envolvidos. “Através desta festa estamos proporcionando um momento muito especial na vida dos nossos velhinhos, onde eles podem se distrair com músicas, danças e brincadeiras. Estamos comemorando o Mês do Idoso valorizando o idoso do nosso município, e isso nos alegra muito”, ressaltou.

Aluna de ginástica da Secretaria de Esportes e Lazer na turma do professor Luis Lisardo, a aposentada Zenith Silveira Ramos, de 70 anos, aprovou a confraternização. “Estou adorando a festa que fizeram para nós. Tudo está excelente”, disse.

Aloísio Bruno e Banda animam a confraternização

Quem achou que o baile em comemoração ao Dia do Idoso iria ser parado, se enganou. Ao som de Aloísio Bruno e Banda, o público presente não parou um só minuto. Com muito xote, forró e clássicos da música popular brasileira, o salão da Casa de Portugal ficou super animado. A aposentada Luzia Vieira, de 78 anos, participou da festa até o final. “Tudo está muito bom. Podia ter festa assim todo mês”, sugeriu a animada aluna de dança sênior.

Durante o evento, foi feito uma homenagem aos profissionais de Educação Física, que também comemoram seu dia no mês de setembro. Os professores Luis Lisardo e Marcelo “Gancho” Quintanilha foram homenageados representando todos os profissionais de educação física que realizam atividades com idosos no município.
Aloísio Bruno e Banda animam os participantes da festa A aposentada Luzia Vieira, de 78 anos, participou da festa até o finalA aposentada Zenith Silveira Ramos, de 70 anos, aprovou a confraternização
Texto: Heliny Quintanilha
Fotos: Marco Esteves
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Atividades e exposições chamam atenção na Casa da Memória em Teresópolis

Em formato de trem, a exposição externa desperta a curiosidade infantil
Exposições despertam a atenção na Casa da Memória

Teresópolis, 26 de setembro de 2013 - Durante a última semana, mais grupos de alunos estiveram na Casa da Memória Arthur Dalmasso para ver de perto a Exposição ‘Teresópolis, 122 anos de história’, montada no primeiro piso da casa. Agora, com a instalação da mostra ‘A história do trem em Teresópolis’, exposta nos jardins da casa em formato de trem, a demanda tornou-se ainda maior. Além disso, grupos de estudantes também tem procurado o local para pesquisa e realização de trabalhos escolares.

Na semana passada, estiveram na Casa da Memória, que é também sede administrativa da Secretaria de Cultura, cerca de 150 alunos da Escola Municipal Alice Saldanha. Foram dois dias de visitas intensas, divididas em grupos, onde os alunos puderam aprender sobre a história do município e ainda conhecer o acervo da casa, que conta com objetos e mobiliário de época.

Elaborada a partir da pesquisa do Serviço de Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura, a exposição 'Teresópolis, 122 anos de história' conta, através de paineis com textos e imagens, a história de Teresópolis, desde os primórdios de sua formação, destacando fatos do surgimento e do desenvolvimento do município. A estética da mostra, traduzida em inglês e espanhol, desperta o interesse, através de paineis com diversas aplicações, várias delas em alto relevo.
Alunos da Escola Alice Saldanha recebem a orientação de Regina Rebello, chefe do Patrimônio Histórico
Crianças da Escola Alice Saldanha em visita à Casa da Memória
O trem

Já a partir desta semana, além da história do município, também vem despertando e muito o interesse do público a nova exposição promovida pela Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, que conta ‘A história do trem em Teresópolis’. Montada em formato inovador, mais lúdico, lembrando um trem antigo, a mostra está exposta nos jardins frontais da Casa da Memória e chama a atenção de quem quer que passe, principalmente as crianças.

De acordo com o Secretário de Cultura, Wanderley Peres, o objetivo era exatamente esse. “O formato foi pensado com o objetivo de atrair o público infantil, despertando nos pequenos teresopolitanos o gosto pela história e pela preservação da memória local. E pelo que estamos percebendo no dia a dia, não faltarão crianças para ver de perto o nosso trenzinho”, comenta.

A mostra conta a história da Estrada de Ferro Therezópolis, desde sua construção, comemorando os 105 anos do transporte ferroviário no município. São textos e imagens dispostos em pranchas montadas na cenografia, que faz referência a um trem antigo, com locomotiva e três vagões.

O trabalho é resultado de ampla pesquisa realizada pelo Secretário Wanderley Peres, que também é historiador, com suporte da equipe do Serviço de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural da Secretaria de Cultura. Já a cenografia é uma concepção do artista plástico e coordenador de exposições, Ricardo Guarilha, executada pela equipe da Secretaria de Cultura. Toda a estrutura, incluindo a própria locomotiva, foi criada a partir de material reaproveitado, atendendo ao conceito de sustentabilidade.

A casa como cenário

Além da visitação às exposições, alunos de escolas da rede municipal tem frequentado a Casa da Memória com o intuito de realizar pesquisas ou mesmo utilizar o espaço da casa como cenário para a realização de trabalhos escolares. Dois grupos, alunos da Escola Municipal Ginda Bloch, estiveram no local esta semana para desenvolver uma atividade da disciplina de Artes.

As alunas Ana Carolina Souza, Glasiele Ferreira, Gabriele Mathias e Giovanna Moreira, Clara Rafaela Elizaude e Juliana Andrade, do 9º ano, utilizaram a casa como cenário para gravar sua mininovela, com roteiro desenvolvido por elas, que termina com a encenação das alunas, reproduzindo exatamente a tela Intrudo, de Debret. “Escolhemos a Casa da Memória por ser um espaço muito bonito, com arquitetura antiga, e que atenderia perfeitamente ao nosso objetivo”, disse Ana Carolina.

Na mesma trajetória, outro grupo também escolheu a Casa da Memória para executar uma tarefa semelhante. Também alunas do 9º ano, Ana Luiza Maciel, Maria Eduarda Albernaz, Náthaly Delgado, Anna Carolynne Ramos e Isabelle Carolyne Lima utilizaram a casa também como cenário para o trabalho, finalizando-o com um vídeo das alunas, desta vez, reproduzindo o quadro ‘A Pátria’, de Pedro Bruno. “Criamos uma história e desenvolvemos o trabalho, que termina justamente nesta cena. Até o vestuário retratado na pintura nós procuramos reduzir da forma mais fiel possível”, contou Ana Luiza.

As exposições ‘Teresópolis, 122 anos de história’, e ‘A história do trem em Teresópolis’ podem ser vistas de segunda a sábado, das 13h às 17h, na Casa da Memória Arthur Dalmasso (Praça Balthasar da Silveira, 91 – Centro). Entrada franca.
Com formato inovador, a mostra 'A história do trem em Teresópolis' chama atenção de quem quer que passe
Na casa, as crianças visitam as exposições e conhecem o acervo do local, com objetos e móveis antigos


Texto: Geórgia Jahara
Fotos: Rafael Corrêa
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Educação oferece oficina de contação de histórias para alunos do interior de Teresópolis

Aluna Isabela Corrêa Silveira mostra um de seus livros de história preferidos
Educação oferece oficina de contação de histórias para alunos do interior

Teresópolis, 26 de setembro de 2013 - Através do programa Canta Enquanto Conta, a Secretaria Municipal de Educação tem ofertado aos alunos da Escola Municipal Serra do Capim, no 2º Distrito de Teresópolis, uma Oficina de Contação de Histórias, onde eles próprios têm a oportunidade de interpretar e dramatizar o texto escolhido. Pelo programa Canta Enquanto Conta, alunos da rede municipal de ensino participam de momentos de leiturização através da narrativa oral dos contos populares, leitura integral, fragmentos e poesias de autores nacionais, com o objetivo de desenvolver o interesse pela leitura e assuntos pertinentes à formação cultural brasileira.

“A ideia é que os próprios alunos construam seus instrumentos de dramatização da história, no caso, bonecos e máscaras de papel machê. Além da escolha dos personagens, os estudantes criam sua biografia e apresentam a história na escola no começo de outubro, através de leiturização do texto ‘O grande pecado de Lampião e sua terrível peleja para entrar no céu’, de Joel Rufino dos Santos”, explicou a professora Valéria Barros, coordenadora da oficina.

A oficina de contação de histórias do programa Canta Enquanto Conta, a princípio será realizada apenas na Escola Municipal Serra do Capim, embora o projeto atenda diversas unidades escolares da rede municipal de ensino. “Os alunos estão adorando, inclusive porque estamos trabalhando o projeto horizontalmente, também como complemento escolar, em conjunto com nossos professores regulares. Temos percebido inclusive o aumento do interesse deles pela leitura”, esclareceu a diretora Cátia Cilene de Melo Machado.

A aluna Isabela Corrêa Silveira, de 10 anos, participa da oficina de contação de histórias. “Eu estou gostando muito. Eu até fazia artes, porque de vez em quando é bom sair da rotina de só fazer dever. Até já sei contar histórias bem, mas preciso de um livro, fazer uma leitura silenciosa antes e dar um treinadinha”, contou animada a estudante do 5° ano da Escola Municipal Serra do Capim.

Regularmente, o projeto Canta enquanto Conta atende as unidades escolares do Ensino Fundamental num circuito de atividades com duração de cerca de duas horas, ministradas por uma dupla de dinamizadores, contador e cantador, capacitados para contação de histórias e outras atividades. Constam desse circuito de atividades: contação de história, vídeo, atividades plásticas e musicais e roda de leitura. Os temas e histórias dinamizados são variados e fazem referência a assuntos pertinentes à atualidade.
Alunos do 2º Distrito participam da oficina de contação de histórias
Texto e fotos: Marcelo Ferreira
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Conleste aprova documento com projetos de saúde, saneamento, mobilidade e segurança


Expondo as carências na área de Saneamento, Leandro Coutinho, coordenador de Meio Ambiente da Prefeitura de Teresópolis, pontuou as prioridades e apresentou projetos para melhorar a qualidade de vida da população
Conleste aprova documento com projetos de saúde, saneamento, mobilidade e segurança

Teresópolis, 26 de setembro de 2013 - Uma reunião entre os prefeitos dos municípios que integram o Conleste (Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Leste Fluminense) aconteceu na tarde desta quarta-feira, 25, em Nova Friburgo (RJ). Na pauta, entre outros assuntos, a apreciação e aprovação das propostas de projetos desenvolvidos pelos grupos temáticos, integrados pelos secretários municipais, nas áreas de saúde, segurança pública, mobilidade urbana e saneamento.

Participaram da reunião os prefeitos Helil Cardozo, de Itaboraí, e presidente do Conleste; Arlei Rosa, de Teresópolis, e vice-presidente do Conleste; Rogério Cabral, de Nova Friburgo; Solange Almeida, de Rio Bonito; Waldecy Fraga Machado, de Cachoeiras de Macacu; Wanderson Alexandre, de Silva Jardim; e Válber Luiz, de Tanguá. Representando o prefeito de Magé, Nestor Vidal, estava o diretor geral da Adeleste (Associação de Desenvolvimento do Leste Fluminense), Edir Inácio da Silva; e representando o prefeito Rodrigo Neves, de Niterói, Braz Colombo. 

Na ocasião, foi apresentado um documento, com as propostas elaboradas pela equipe técnica do Conleste, contendo projetos em torno dos quatro eixos principais para o desenvolvimento dos quinze municípios pertencentes ao Consórcio, para serem debatidos e aprovados.

Segundo o presidente do Conleste, Helil Cardozo, a reunião é de grande importância para toda a região em torno do Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro). “Este encontro é muito importante para todos nós que fazemos parte deste ciclo de crescimento. Hoje foi apresentado um estudo amplo, das principais carências dos quinze municípios, discutido e montado pela câmara técnica do consórcio. Além disso, essa reunião será de grande valia para um próximo encontro com o vice-governador do estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, junto com o Ministério das Cidades e a Casa Civil, como ficou acordado anteriormente pelo próprio Pezão”, comentou o presidente do consórcio.

O Prefeito Arlei ressaltou que a saúde é, hoje, a prioridade mais importante de Teresópolis e lembrou o empenho que o Governo do Rio vem demonstrando com a cidade, inclusive com a construção imediata de um centro municipal de hemodiálise em Teresópolis. “Nosso objetivo através deste consórcio e unir forças para juntos cobrarmos cada vez mais dos govertnos estaduia e federais ajuda para sanar nossas carências e oferecer mais qualidade a população”
Apresentação das questões voltadas para o setor de Mobilidade Urbana ficou a cargo do diretor geral do Conleste, Álvaro Adolpho Tavares
Demandas e projetos

A apresentação das questões voltadas para o setor de Mobilidade Urbana ficou a cargo do diretor geral do Conleste, Álvaro Adolpho Tavares. Ele assinalou, entre outras, a necessidade de ações e integrações rodoviárias, ferroviárias e aquaviárias, além da construção de rodovias alternativas para interligar municípios da região.

Expondo as carências na área de Saneamento, Leandro Coutinho, coordenador de Meio Ambiente da Prefeitura de Teresópolis, pontuou as prioridades e apresentou projetos para melhorar a qualidade de vida da população. Ele destacou a necessidade de ampliar o acesso à rede de água e esgoto, a elaboração de planos municipais de resíduos sólidos e a instalação de escritório avançado dos Ministérios das Cidades e do Meio Ambiente na região, para apoio aos municípios.

Outras demandas foram elencadas. Na área de Segurança Pública, o secretário de Segurança e Defesa Civil de Itaboraí, Ricardo Sales, indicou uma visão sistêmica envolvendo ação policial de monitoramento, controle, banco de dados, inteligência e defesa civil, além da implantação de um gabinete de gestão integrada e a criação de um Conselho de Segurança para que cada município possa enviar, individualmente, suas demandas.

E por último, visando à integração da região para a solução dos problemas de saúde da população, o secretário municipal de Saúde de Itaboraí, Edílson Francisco dos Santos, explicou a importância de construção de um Plano Diretor de Investimento (PDI) do Conleste, para conseguir verbas que atendam as necessidades mais urgentes das cidades do Leste Fluminense. 

Anfitrião da reunião, o Prefeito de Nova Friburgo, Rogério Cabral, agradeceu a presença e a participação das prefeituras do Conleste e reafirmou a importância da união entre os municípios integrantes para fortalecer o consórcio e alcançar resultados maiores e melhores. “Fico feliz em poder sediar este encontro e receber meus amigos prefeitos. Vejo este momento de união com entusiasmo, porque as chances de conseguirmos conquistar nossos objetivos são maiores quando nos unimos”, concluiu.

Após as apresentações, os prefeitos esclareceram dúvidas relacionadas aos temas propostos e definiram o que será apresentado ao vice-governador, Luiz Fernando Pezão, junto ao Ministério das Cidades e à Casa Civil.

A próxima reunião do Consórcio está marcada para o dia 8 de novembro, em Teresópolis.
 Na área de Segurança Pública, o secretário de Segurança e Defesa Civil de Itaboraí, Ricardo Sales, indicou uma visão sistêmica envolvendo ação policial de monitoramento, controle, banco de dados, inteligência e defesa civil
Texto - Gisele Barreto
Fotos – Jeferson Hermida
Fonte-Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Animaserra abre programação com palestra no UNIFESO Teresópolis


Animaserra abre programação com palestra no UNIFESO Teresópolis
Animaserra abre programação com palestra no UNIFESO

A programação do 8º Animaserra – Festival Nacional de Cinema de Animação, Quadrinhos e Games da Serra Carioca 2013 começou com uma palestra exclusiva para os estudantes do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), que está apoiando o evento. No dia 23 de setembro, o tema “Mercado bilionário do entretenimento digital no cinema e games” foi abordado pelo designer gráfico e ilustrador Antonio Ribeiro, enquanto que “Abertura do mercado de trabalho norte-americano e mundial nas artes visuais” foi assunto do ilustrador e consultor de marketing Rodrigodraw Miguel, ambos idealizadores do Festival. 

“Nossa história com o UNIFESO já é antiga. Sempre trazemos as novidades da área de tecnologia, que está crescendo e há muitas oportunidades no exterior, até mais do que no Brasil”, garantiu Rodrigo. “Quem vai ingressar em programação e abordar a questão do entretenimento digital tem uma oportunidade bacana. Há a parte analógica que é a do desenho e da concepção em que nenhuma máquina pode substituir o ser humano, e por outro lado há ferramentas da informática em animações 3D e edição de áudio em games, por exemplo, que hoje são fundamentais e carecem de pessoas capacitadas no mercado”, alertou. 

Na palestra, a estudante Natalia Alves Tavares, do curso de Ciência da Computação, concordou que esta área não abrange apenas softwares empresariais. “Podemos usar os conceitos para dar vida ao nosso trabalho elaborando animações em que as pessoas aprovem o resultado final e indiquem para seus conhecidos, tanto games, filmes e até mesmo propagandas”, avalia ela. “A palestra atraiu a atenção dos estudantes apresentando exemplos de produção de animações e efeitos especiais, e ressaltando a presença marcante dos brasileiros em um mercado internacional muito promissor e competitivo, que é o mercado do cinema de animação, efeitos especiais e games. Com certeza esse tipo de evento motiva e desperta a curiosidade não somente na área da computação e novas tecnologias, mas também na área de conhecimento relacionada à produção e design de filmes e jogos eletrônicos”, observou o professor José Roberto Andrade, do curso da Ciência da Computação.

Sobre o 8º Animaserra

Conceituado como um dos mais relevantes festivais do mercado pela mídia especializada, o 8º Animaserra tem entrada franca e oferece programação variada, com oficinas, palestras, mostras e exibições com o melhor dos desenhos animados, histórias em quadrinhos e jogos eletrônicos, até o dia 28 de setembro. A programação completa está no site www.animaserra.com.br.

Fonte:Unifeso Clipping (Jornalismo)

​Governador do Rotary é recebido em Teresópolis pelo vice-prefeito Márcio Catão

Vice-prefeito Márcio Catão entre Jarbas Carvalho e Luiz Oscar Spitz: parceria entre poder público e Rotary em benefício da população
Governador do Rotary é recebido em Teresópolis pelo vice-prefeito Márcio Catão

Teresópolis, 26 de setembro de 2013 – O vice-prefeito, Márcio Catão, recebeu na manhã desta quinta-feira, dia 26, o governador do Distrito 4750 do Rotary Club, Luiz Oscar Valadão Spitz, e o presidente do Rotary Clube Teresópolis Paquequer, Jarbas Carvalho da Silveira Júnior. A conversa informal sobre a situação político-administrativa do município serviu para estreitar os laços do Rotary com a Prefeitura de Teresópolis, com vistas a um trabalho em parceria em benefício da população.

“Precisamos estar junto dos poderes constituídos para colaborar na solução dos problemas da comunidade, e não só cobrar. Devemos nos colocar à disposição e contribuir para que as coisas possam caminhar”, pontuou Spitz, acrescentando que o governador do Rotary tem a obrigação de fazer visitas oficiais aos clubes pelo menos uma vez por ano, para verificar o trabalho desenvolvido e trocar idéias.

Jarbas Carvalho reforçou a proposta da atuação conjunta entre a instituição e o poder público. “O Rotary quer transformar vidas, e para isso temos que fazer parcerias. Então, o poder público é essencial nessa parceria com o Rotary, uma organização com reconhecimento internacional”.

O vice-prefeito, Márcio Catão, colocou a Prefeitura à disposição para a promoção de parcerias pelo desenvolvimento do município. “Nós temos muita demanda e o clube, bastante oferta. O que precisa ser gerido é esse respeito mútuo. Agradecemos pela dedicação do Rotary ao longo dos anos. O seu comprometimento em todas as ações tem que ser reconhecido pela Prefeitura, pois faz a diferença”.

A visita do governador do Distrito 4750 do Rotary Club a Teresópolis teve início nesta quarta, 25, com realização de assembléia e jantar festivo, passagem por órgãos de imprensa, pela Câmara Municipal e a Prefeitura, e será encerrada no sábado, dia 28.

Rotary é uma organização internacional humanitária apolítica e sem vínculos religiosos, fundada em 1905. Reúne profissionais e pessoas de negócios, líderes em suas áreas de atuação, que prestam serviços humanitários, fomentam elevado padrão de ética em todas as profissões e ajudam a estabelecer a paz e a boa vontade no mundo. Cerca de 1,2 milhão de rotarianos pertencem a mais de 32.000 Rotary Clubs em mais de 200 países e territórios.
Vice-prefeito Márcio Catão dá boas-vindas ao governador do Distrito 4750 do Rotary Club, Luiz Oscar Valadão Spitz, e o presidente do Rotary Clube Teresópolis Paquequer, Jarbas Carvalho da Silveira Júnior

Fotos  – crédito Jeferson Hermida
Fonte-Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Golden Boys tocam sucessos da Jovem Guarda no Sesc Teresópolis, dia 4/10

Golden Boys tocam sucessos da Jovem Guarda no Sesc Teresópolis, dia 4/10
Golden Boys tocam sucessos da Jovem Guarda no Sesc Teresópolis, dia 4/10-Por onde passa o trio tem emocionado plateias com as músicas que marcaram uma geração

Mais de meio século depois de lançarem seus primeiros hits, que figuraram durante muitos anos nas paradas de sucesso das rádios brasileiras, integrando a trilha sonora da geração Jovem Guarda, os Golden Boys ainda mantêm um ritmo intenso de shows. Só no mês de outubro, estão agendadas 12 apresentações, e uma delas será, para a alegria dos fãs da Região Serrana, no Sesc Teresópolis, dia 4/10, sexta-feira.

O trio formado pelos irmãos Roberto, Ronaldo e Renato Correa José Maria tocará, a partir das 20h, regravações e sucessos próprios eternizados pelo grupo e outros intérpretes, como “Erva venenosa”, “Alguém na multidão”, “Pensando nela” (versão de “Bus stop”, do The Hollies), “O cabeção”, “Fumacê” e a belíssima “Andança”, classificada em 3º lugar no Festival Internacional da Canção de 1968, da TV Globo, e defendida na companhia de Beth Carvalho. Os ingressos estão sendo vendidos a preços populares que variam de R$ 2 (associados do Sesc) a R$ 8.

Ainda que ao longo da sua trajetória tenha ficado sem um integrante – o primo Valdir Anunciação, falecido em 2004 –, o grupo não perdeu a empolgação em cima do palco, e continua emocionando a plateia com a sua performance. Segundo Ronaldo José Maria, em 2011, os Golden Boys registraram o seu recorde de público, atraindo cerca de 37 mil pessoas ao Recife Antigo, durante o Festival Nacional da Seresta, na capital pernambucana.

- A gente tem profunda gratidão por quem prestigia nosso show e se emociona ao lembrar as músicas que, em muitos casos, marcaram as vidas dessas pessoas. Não temos uma explicação porque mesmo depois de 55 anos do início dos Golden Boys ainda tanta gente tem interesse. São jovens que gostam das músicas ouvidas pelos seus pais e tios, e pessoas de 50, 60 anos que ouviram nossas canções a vida inteira no rádio ou em disco, mas nunca tinham assistido ao show. É muito gratificante ver a reação dessas pessoas – declara o músico.

Formado em 58, o quarteto foi uma das sensações da Jovem Guarda, fazendo músicas sob inspiração de congêneres norte-americanos e integrando o movimento “iê-iê-iê”, dos anos 60. A partir da década seguinte, os Golden Boys participaram de vários álbuns de músicos da MPB, como Marcos Valle e Erasmo Carlos. Hoje, mantêm uma agenda de apresentações intensa, tocando, para públicos de todas as idades, as músicas desses 55 anos de sucesso. 

SERVIÇO

Show do grupo Golden Boys
Dia 4/10/2013 (sexta-feira), às 20h
Sesc Teresópolis: Av. Delfim Moreira, 749
Telefone: (21) 2743-6939
Ingressos: R$ 2 (associados Sesc Rio), 4 (estudantes, jovens de até 21 anos e maiores e 60 anos) e R$ 8 (inteira)
Classificação etária: livre

Fonte:Assessoria de Imprensa Sesc Rio

Curso de Medicina do UNIFESO Teresópolis discute programas do Governo Federal

Mesa Mais Médicos
Curso de Medicina do UNIFESO discute programas do Governo Federal

As recentes medidas do Governo Federal que afetam os médicos no Brasil foram tema de mesa redonda realizada no dia 19 de setembro, promovida pela coordenação do curso de Medicina do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) e o Diretório Acadêmico de Hamilton Almeida de Souza (DAHAS). O professor José Feres Abido Miranda, Pró-Reitor Acadêmico, começou a conversa expondo seu trabalho “Histórico da evolução do currículo médico no Brasil”. “A mudança curricular é uma medida discutida no mundo inteiro, da formação de profissionais como pessoas criticas e reflexivas. Hoje a questão não é só mais médicos, mas sim melhores médicos”, defendeu. Em seguida, o professor Carlos Romualdo Barbosa Gama falou sobre a Residência Médica no Brasil.

Os estudantes foram representados pelo presidente do Diretório Acadêmico de Hamilton Almeida de Souza (DAHAS), Alex Ribeiro Ramos, que apresentou seu ponto de vista sobre o programa. “O problema não é a falta de médicos, a Organização Mundial de Saúde preconiza um médico para cada mil habitantes e temos no país média de 1,8, só que não são bem distribuídos e acabam por se concentrar na região Sul e Sudeste e capitais. Além disso, sem a infraestrutura adequada, aparelhos e medicamentos nos hospitais e saneamento básico para a população, por exemplo, o médico sozinho não tem como resolver o problema da saúde no país”, opinou o estudante, que periodicamente participa de diversos grupos de discussão e eventos da área médica.

O professor Manoel Pombo, coordenador do curso de Medicina, criticou as medidas políticas adotadas pelo Governo Federal que “acabam por colocar nos municípios a responsabilidade direta pela assistência à saúde, sem criar mecanismos efetivos de financiamento e fiscalização do cumprimento desta importante necessidade da população. Resultado disso é um estado de calamidade na assistência à saúde, com falta de profissionais e equipamentos, enfim, uma completa falta de planejamento para o setor”.
Professor Manoel Pombo, coordenador do curso de Medicina do UNIFESO

BOX 

Opinião 

Diante do descaso dos governos a voz das ruas surgiu e as pesquisas mostram a assistência à saúde como uma das carências mais graves que a nossa população apresenta. Como sempre o improviso aparece e de um dia para o outro surgem soluções mágicas dos incompetentes de plantão, dando conta que se alocarmos médicos com uma bolsa de três anos conseguiremos resolver nossos gravíssimos problemas de assistência à saúde. 

Claro que ninguém, ou quase ninguém, em sã consciência vai partir para uma aventura de três anos e deixar sua atual condição de vida, na maioria das vezes conseguida a duras penas, e partir para lugares diferentes, distantes e quase sempre sem nenhuma condição sequer de transferir ou encaminhar um paciente mais grave que necessite de atenção urgente ou um exame complementar, por vezes simples. 

Aí surgem mágicas: vamos validar diplomas de médicos formados em países onde a dificuldade de se entrar em curso médico é nenhuma, onde as escolas médicas não tem infraestrutura adequada para a formação de um médico, como se preconiza para as necessidades do Brasil, cursos com carga horária muito inferior à nossa, sem estrutura de laboratórios, sem hospitais-escola e completamente fora da realidade da assistência médica no Brasil. Assim validamos diplomas de formados não se sabe onde, nem por quem e muito menos em que condições. 

Criamos uma casta da população que vai ter atendimento por profissionais que nem sabemos como foram formados e na maioria das vezes sequer sabem se fazer entender em português. Interesses que não podem ser explicitados movem estas atitudes. No meio disso a população brasileira como massa de manobra, sendo manipulada por gente inescrupulosa. E toda uma classe de profissionais, os médicos, por denunciar estas atitudes é colocada pela mídia, pelos políticos e pelo governo (executivo, legislativo e judiciário) como os “lobos maus”, é deplorável. 


Em consequência disso a coordenação do curso de Medicina juntamente com o diretório acadêmico resolveu realizar um debate sobre este momento crítico que vive a saúde e sobre como o povo vem sendo manipulado nesse assunto. Não temos a ilusão de que vamos resolver este problema, mas temos certeza de que fizemos a nossa parte. Não somos contra a vinda de médicos formados no exterior para o Brasil, afinal diversos de nossos médicos também estão atuando mundo afora, temos notícias de muitos de nossos egressos trabalhando nos EUA, Europa, Ásia e África. Porém, como nos países para os quais os nossos médicos vão, os que aqui chegam se submetam aos exames de revalidação dos seus diplomas. Nossas escolas médicas sofrem uma fiscalização permanente do MEC pela qualidade de sua formação, exigindo por muitas vezes critérios absurdos. E os que aqui chegam, quem fiscaliza a qualidade das escolas em que eles se formam?.

Professor Manoel Pombo, coordenador do curso de Medicina do UNIFESO


Fonte:Unifeso Clipping (Jornalismo)

Curso de circo desperta interesse do público

Atividades de malabarismo integram o curso de circo de Teresópolis
Curso de circo desperta interesse do público

Ainda há vagas. Inscrições gratuitas na Casa de Cultura

Teresópolis, 25 de setembro de 2013 – Iniciado na semana passada, segue despertando a atenção do público o Curso de Circo, a mais nova entre as modalidades dos cursos culturais gratuitos oferecidos pela Prefeitura de Teresópolis, através da Secretaria de Cultura. Apesar da boa procura do público, ainda restam algumas vagas abertas. As inscrições podem ser feitas de segunda a sábado, das 9h às 18h, na Casa de Cultura Adolpho Bloch (Praça Juscelino Kubitschek, s/nº - Araras), que é também o local das aulas.

O curso está sendo ministrado pelo artista circense Ivo Bernardo, bastante conhecido na região principalmente por sua habilidade com os malabares. Durante o curso, serão trabalhadas atividades como malabarismo, equilibrismo, acrobacia de solo, palhaçaria e perna de pau, entre outras técnicas. Logo na primeira semana, as atividades despertaram o gosto do público, que aprovou a novidade.

Foram abertas quatro turmas, em horários para atender a todos os gostos: às segundas, das 14h às 16h ou das 18h às 20h, às terças, das 9h às 11h, e às quartas, das 13h às 15h. O horário noturno também acaba de ser criado. Ainda restam vagas, embora poucas, para a maioria dos horários. As inscrições para o novo curso podem ser feitas na Casa de Cultura, das 9h às 18h. Na ocasião, o interessado deverá comparecer ao local e apresentar os seguintes documentos: duas fotos 3 x 4; carteira de identidade ou certidão de nascimento - com fotocópia; declaração escolar (no caso de crianças e adolescentes em idade escolar); e comprovante de residência. Não há taxa de inscrição, nem mensalidade.

“Apostamos em uma atividade diferenciada, a das artes circenses, que apesar de ser tão aclamada e querida pelo público em geral, é pouco explorada em Teresópolis. Pensando nisso, optamos pela iniciativa do curso, que é mais uma opção para o público teresopolitano, através de um curso gratuito, promovendo o conhecimento com entretenimento”, avalia o Secretário de Cultura, Wanderley Peres.

Com a nova modalidade, a Prefeitura, através da Secretaria de Cultura totaliza 18 cursos oferecidos gratuitamente à população: violão, teclado, piano, flauta, cavaquinho, canto, coral (adulto e infantil), balé, jazz, dança de salão, teatro (infantil, adolescente e adulto), desenho e pintura, artesanato, modelagem com argila, capoeira, caratê, dança de rua e circo. As aulas são realizadas de segunda a sábado, na Casa de Cultura e no Centro Cultural Bernardo Monteverde, atendendo cerca de 1.000 alunos.

Texto: Geórgia Jahara
Fotos: Regina Tavares
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis

Prefeitura de Teresópolis limpa margens de riacho na Ermitage


 Três ruas na Quinta Lebrão receberam mais de 20 caminhões de asfalto
Mais ruas são asfaltadas na Quinta Lebrão-Prefeitura limpa margens de riacho na Ermitage

Teresópolis, 25 de setembro de 2013 - Moradores da Quinta Lebrão estão bastante satisfeitos com as inúmeras melhorias que o bairro vem recebendo da Prefeitura. Ruas asfaltadas, ponte e muros de concreto para a segurança e proteção da população e a reforma do prédio onde a equipe de Saúde da Família atende a comunidade são algumas das intervenções que a Secretaria de Obras e Serviços Públicos está realizando no bairro.

Mais de 20 caminhões de asfalto, vindos diretamente da usina do município, foram empregados em três vias: 21 de Dezembro, Getulio Vargas e Servidão 18. A obra facilita a passagem do caminhão de lixo, beneficiando os moradores, que voltam a contar com a coleta em domicílio.

Segundo o presidente da associação de moradores da Quinta Lebrão, Carlos Henrique Bittencourt, o asfaltamento dessas ruas é um antigo sonho dos moradores, que agora está sendo realizado pela Prefeitura. “Este asfaltamento é um sonho de 48 anos. Os moradores estão muito felizes e agradecidos ao prefeito Arlei por esta melhoria que vai trazer muitos benefícios para a população”, comentou.

Para Fabiano Da Conceição Nascimento o asfaltamento é também uma demonstração de respeito pela população local. “Além de diminuir a lama, em dias de chuva, e a poeira, nos dias secos, a rua asfaltada ajuda a valorizar nossos imóveis”, relatou.
 Para Fabiano Da conceição Nascimento o asfaltamento é também uma demonstração de respeito pela população local
A dona de casa Josane Barreto ficou muito contente com as obras realizadas
A dona de casa Josane Barreto Lima também agradeceu. “Realizaram aqui um serviço maravilhoso. Nossa rua estava abandonada e agora está excelente. Estamos muito contentes com as obras”, disse.

Outra benfeitoria executada no bairro é a construção de um muro de proteção de, aproximadamente, 20 metros de comprimento por 1,5 metro de altura, em frente ao posto de saúde. A obra, que margeia o rio da região, tem o objetivo de oferecer mais segurança aos usuários da unidade, principalmente as crianças.

Com banheiros, consultórios, sala de vacina, cozinha e recepção, o prédio onde a equipe de saúde da Quinta Lebrão vai atuar também está em reforma, recebendo novo telhado, com revestimento em PVC, pintura e colocação de azulejos, além da limpeza externa e do asfaltamento do acesso ao posto. O espaço foi cedido pela comunidade para facilitar o atendimento clínico aos moradores, que antes buscavam assistência médica na Unidade de Saúde da Família da Fonte Santa.

Frentes de trabalho da Secretaria de Obras e Serviços Públicos atuaram nesta terça e quarta-feira (24 e 25) na Rua Manoel José Lebrão, em Ermitage, próximo à Escola Municipal Sakurá, limpando as margens e cortando o mato alto que margeia o riacho do local. O interior da escola também está recebendo uma grande limpeza dos funcionários públicos, com roçada, capina, poda e a retirada de todo o lixo produzido.

Luciene Quintão, diretora da Escola Municipal Sakurá, agradeceu o pedido prontamente atendido pela equipe dos Serviços Públicos da Prefeitura. “Foi solicitada essa limpeza para uma melhor organização do espaço dos fundos da escola, e prontamente fomos atendidos”, concluiu.
 A Escola Municipal Sakurá também recebeu ações da Secretaria de Obras e Serviços Públicos
Frentes de trabalho realizam limpeza nas margens e cortando o mato alto em riacho na Rua Manoel Lebrão, na Ermitage

Texto: Gisele Barreto
Fotos: Marco Esteves
Fonte:Assessoria de Comunicação de Teresópolis